Aprenda a evitar os erros mais comuns na montagem de um PC

Basta um componente errado, conector mal-encaixado ou cabo no caminho para causar problemas. Siga estes passos e acerte “de primeira”.

Por Brad Chacos, PCWorld EUA

Poucas coisas na vida são tão gratificantes quanto montar seu próprio PC. Produzir uma máquina completamente funcional a partir de um amontoado de peças variadas dá a sensação de que você realmente criou algo. Melhor ainda: o resultado pode ser mais barato e melhor adequado às suas necessidades do que qualquer micro que você possa encontrar numa loja.

Montar um PC soa como uma tarefa assustadora, mas na verdade é algo bastante simples. Ainda assim há alguns detalhes importantes que podem atrapalhar mesmo geeks veteranos que não estejam prestando atenção. Este guia irá ajudá-lo a evitar os erros mais comuns durante a montagem de um PC, e toda a frustração associada a eles.

Antes de comprar

Preste atenção na hora de comprar as peças, ou você poderá ter problemas com seu futuro PC antes mesmo de começar. Nem todos os componentes são compatíveis uns com os outros, um exemplo típico é relação entre os processadores e as placas-mãe.

Por exemplo, processadores Intel Core de segunda e terceira geração (Sandy Bridge e Ivy Bridge) precisam de uma placa-mãe com um soquete LGA 1155, enquanto os processadores de quarta geração (Haswell) usam o soquete LGA 1150 e os processadores da série “Extreme Edition”, produzidos para os entusiastas, exigem caras placas-mãe com o soquete LGA 2011.

montarpc_componentes-400px.jpg
Pronto para começar? Calma lá, planeje-se antes!

Uma forma fácil de determinar a compatibilidade é usando um site como o PCPartPicker.com, que tem um índice de praticamente todos os componentes de PCs no mercado para ajudá-lo a planejar a montagem, e informa sobre quaisquer incompatibilidades. Ele também ajuda a encontrar o menor preço (nos EUA) para cada componente.

Não economize na hora de comprar uma fonte de alimentação: dói gastar todo o tempo necessário para montar uma máquina e vê-la dar problemas imediatamente por alimentação inadequada. A Thermaltake (que fabrica fontes de alimentação) tem uma calculadora online que irá ajudá-lo a estimar o consumo de sua máquina e qual a potência necessária na fonte. Se você planeja instalar em sua máquina uma GPU que exige alimentação extra com um ou mais conectores de seis ou oito pinos, certifique-se de que a fonte escolhida os tenha.

Outro erro comum é se esquecer de todos os pequenos “extras”. Não se esqueça de comprar os cabos de que pode precisar, como cabos SATA para conectar HDs extras (antes, veja o que vem junto com sua placa-mãe). Compre também um tubo de pasta térmica de qualidade (eu prefiro Antec ou Arctic Silver) se você planeja instalar um cooler de terceiros, já que os tubos de uso único que acompanham muitos deles são de baixa qualidade e vem em pouca quantidade, o que pode ser um problema se você cometer um erro na instalação e precisar começar de novo. E você se lembrou do drive óptico?

Por fim, verifique o tamanho de todos os componentes para se certificar de que todas as peças irão caber no gabinete escolhido. Coolers de terceiros e GPUs topo de linha ocupam mais espaço do que você imagina, e os gabinetes mais compactos podem representar um problema na instalação mesmo de GPUs mais modestas.

Antes de montar

Enquanto você está tirando todas as peças de suas caixas, não se esqueça de prestar atenção a todos os parafusos e cabos que vem com elas. Montar um PC envolve um monte de parafusos minúsculos, e eles nem sempre são do mesmo tipo. Mantenha a organização!

A maior parte do processo de montagem deve ser fácil, especialmente depois que você ler os manuais. Seguir as instruções de montagem de algo que é um investimento de milhares de reais é essencial, mesmo se você for um veterano e souber o que está fazendo. Montar um PC é um processo intrincado e metódico, e se esquecer de um passo crucial agora pode significar ter de desmontar a máquina toda mais tarde.

Preparando a placa-mãe

Agora vem a parte divertida! É hora de arregaçar as mangas, mergulhar fundo e… pare! Sério. Antes de instalar o primeiro componente, ou mesmo de fazer qualquer outra coisa, peque o espelho de I/O, a “tampa” para as portas na traseira de seu PC, e instale-o no gabinete agora. Se você esquecê-lo, em algum momento terá de tirar a placa-mãe inteira para colocá-lo no lugar, e isso é uma dor de cabeça tremenda (acredite em mim).

montarpc_io-580px.jpg
Confie em mim: instale o "espelho" de I/O no gabinete antes de instalar a placa-mãe

Quanto aos principais componentes, o processador é o coração do PC, e você provavelmente irá querer instalá-lo primeiro. O processo é simples, apenas verifique se ele e o soquete estão limpos e alinhados antes de encaixar um ao outro, e seja gentil.

O próximo passo seria a instalação do cooler do processador, mas tenha calma! Se você pretende usar um cooler de terceiros em vez do modelo fornecido pela Intel ou AMD, instale os pentes de memória RAM antes. Um cooler grande pode tornar difícil encaixar a memória em seus slots depois que estiver no lugar.

montarpc_ram-580px.jpg
Memória de alto-desempenho geralmente tem dissipadores grandes
que podem causar problemas de espaço na instalação do cooler

O erro mais comum ao instalar a RAM é simplesmente não ler o manual. Sua placa-mãe prefere uma configuração dual, triple ouquadchannel? Colocar a memória nos lugares corretos indicados pelo fabricante é crucial: se você não fizer a lição de casa pode acabar forçando o sistema a uma configuração single-channel, o que irá prejudicar o desempenho.

A RAM está no lugar? Então agora é a hora do cooler.

A instalação do cooler pode ter algumas pegadinhas. O dissipador fica sobre a CPU para retirar o calor do processador, com uma fina camada de pasta térmica entre eles. Alguns coolers, como os modelos inclusos com os processadores da Intel e AMD, vem com pasta térmica pré-aplicada. Por outro lado a maioria dos coolers de outros fabricantes exige que você mesmo aplique pasta térmica.

Usar pasta térmica em excesso, ou insuficiente, pode levar a problemas de aquecimento mais tarde. Para os melhores resultados, coloque uma “gota” do tamanho de uma ervilha no centro do processador. E não se esqueça de remover o filme plástico do dissipador antes da instalação!

montarpc_pasta-580px.jpg
Coloque apenas uma "gota" de pasta térmica sobre o processador. Nem mais, nem menos

Se você está usando um cooler que tem um dissipador em torre, preste atenção para posicionar os ventiladores dele de forma que apontem para os exaustores na traseira ou no topo do gabinete. Você não quer todo aquele ar quente circulando dentro da máquina, ou pior ainda, indo diretamente para sua cara placa de vídeo.

Juntando tudo

Depois de realizar os passos anteriores, está quase na hora de colocar a placa-mãe dentro do gabinete. Você se lembrou de instalar o espelho de I/O, certo?

Seu gabinete veio com espaçadores de latão projetados para afastar a superfície metálica do interior do gabinete da parte inferior de sua placa-mãe. Não instalá-los e ligar a máquina pode resultar em um belo churrasquinho de componentes, então não se esqueça deles. Parafuse eles até que estejam firmes, mas não aperte demais ou você poderá destruir a rosca do espaçador, o que é muito fácil. Mais uma vez, leia o manual do gabinete para instalar apenas os espaçadores de que necessita: eles tem de “casar” com os furos para fixação na placa-mãe.

montarpc_espacadores-244px.jpg
Cuidado para não apertar demais os espaçadores de latão

A não ser que você esteja trabalhando em um gabinete muito pequeno e tenha um bom motivo para não fazer isso, instale a fonte de alimentação antes da placa-mãe. O espaço dentro do gabinete pode ficar apertado depois que ela estiver no lugar.

Daqui em diante o restante é simples. O único grande erro que você pode cometer neste momento é instalar a placa de vídeo no slot PCI Express errado. Embora muitas placas-mãe tenham vários slots PCI-E x16 físicos, alguns deles podem funcionar apenas como PCI-E x8. Sempre instale a placa de vídeo no slot mais próximo do proessador para garantir o melhor desempenho, e consulte o manual da placa-mãe para entender o melhor uso dos slots restantes se você planeja instalar duas placas de vídeo.

montarpc_slots-580px.jpg
Os dois slots indicados na foto parecem iguais mas só o de cima é PCIe x16, ou seja, adequado para uma placa de vídeo

Fora isso, o erro mais comum é não pensar no gerenciamento dos cabos enquanto conecta tudo. Um gabinete “limpo” e organizado não só é mais bonito, como também tem melhor fluxo de ar, e isso é crucial na hora de manter o computador “fresquinho”. Pense também como passar os cabos SATA, de força e outros conectores, e tente passá-los por trás da bandeja da placa-mãe sempre que possível.

O último erro, se esquecer de conectar alguma coisa, já aconteceu com todo mundo pelo menos uma vez. Basta um único conector mal encaixado para impedir que a sua máquina ligue ou causar problemas interminentes.

montarpc_conectores-580px.jpg
Os conectores do gabinete tem polaridades. E contrariando o senso comum, o fio branco é o negativo

Depois de instalar todos os componentes, faça uma vistoria completa no gabinete para se certificar de que tudo está bem encaixado e conectado corretamente. Conectores internos do gabinete tem terminais polarizados (negativo e positivo) que tem de ser encaixados da forma correta. Quando em dúvida leia o manual, e não se esqueça de conectar a placa de vídeo à fonte de alimentação!

Fonte: http://pcworld.uol.com.br/dicas/2013/11/25/aprenda-a-evitar-os-erros-mais-comuns-na-montagem-de-um-pc/pagina-impressao

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s