Conheça os novos recursos do Windows 8.1

(http://pcworld.uol.com.br/noticias/2013/06/27/conheca-os-novos-recursos-do-windows-8.1)
Mark Hachman, PCWorld EUA
Preview do sistema vem recheado de novos recursos para agradar a todos, dos usuários domésticos ao mundo corporativo

Se você já acredita que o Windows 8 é um sistema operacional falho, a versão 8.1 não irá fazê-lo mudar de ideia. Mas estou experimentando um preview do sistema, anunciado nesta quarta-feira durante a palestra de abertura da conferência Build 2013, e está claro que os esforços da Microsoft para “corrigir o curso” estão se pagando na forma de muitos novos recursos bastante convenientes.

O Windows 8.1 Preview pode ser instalado através da Windows Store e está disponível em 13 idiomas, incluindo o Português Brasileiro. Experimentei uma versão em inglês do sistema em um tablet Surface Pro emprestado pela Microsoft. Devemos lembrá-lo que trata-se de um software ainda inacabado, portanto bugs e comportamentos inesperados podem acontecer. Nunca instale um preview do Windows em seu único PC, especialmente se ele for uma máquina “de produção” da qual você depende no seu dia-a-dia.

Se você decidir instalar o Windows 8.1 Preview, faça antes um backup completo de seu PC, e leia o FAQ no site da Microsoft. Executivos da empresa dizem que seus apps já instalados não serão afetados pela instalação do Preview, mas que alguns poderão ter de ser reinstalados quando a versão final do software for lançada. A atualização tem cerca de 2.44 GB, de acordo com a demonstração que a Microsoft mostrou aos jornalistas nesta terça-feira.

O preview tem poucas surpresas para quem vem acompanhando a saga do Windows 8.1. Sim, ele inclui a opção de boot no desktop, e a Microsoft reorganizou a Tela Iniciar para tornar mais fácil encontrar os apps. No desktop, uma bandeirinha do Windows no canto inferior esquerdo da barra de tarefas serve como um “Botão Iniciar”, embora na verdade seja apenas um atalho para a Tela Iniciar.

As opções de personalização esperadas estão lá, incluindo imagens dinâmicas no Desktop e a capacidade de compartilhar um papel de parede entre o Desktop e a Tela Iniciar. Mas também há um montão de outros ajustes, apps e recursos, o que dá a esta atualização, que será gratuita, um tremendo custo benefício.

81preview_personalizar-360px.jpg
Novas opções de personalização são um dos destaques do Windows 8.1

Alguns destaques: o app Bing Food & Drink, com receitas, dicas e vídeos sobre gastronomia que pode ser controlado com gestos das mãos em frente à tela, como no Samsung Galaxy S4. Há a capacidade de controlar diretamente impressoras 3D. Você pode transformar seu PC ou tablet em um hotspot Wi-Fi, compartilhando uma conexão via 3G ou cabeada com outros dispositivos ao redor, e transmitir vídeo em Full HD (1080p) para um Xbox One usando a tecnologia Miracast.

Amigável, mas frustrante

O Windows 8.1 é um sistema operacional “conectado”: depois de ligar o Surface, conectá-lo a uma conta da Microsoft, habilitar o SkyDrive e mergulhar nas opções de personalização, o sistema veio à vida. Mas foi mais difícil do que deveria.

Um ponto chave do Windows 8.1 é oferecer uma experiência de uso altamente personalizada. De fato, uma das muitas adições à Tela Iniciar é uma opção chamada “Personalizar” dentro das configurações. Lá você encontrará várias imagens de fundo diferentes, com várias opções de cor, inclusive fundos dinâmicos (animados).

Também há a possibilidade de usar um mesmo papel de parede na Tela Iniciar e no Desktop, um recurso agradável que dá a sensação de que eles são dois lados da mesma moeda, em vez de “mundos” completamente diferentes. Mas isso é mais difícil do que parece: tive de mudar manualmente o papel de parede do Desktop e aguardar até que a imagem aparecesse na tela Personalizar para poder usá-la na Tela Iniciar. Uma opção como “Sincronizar papéis de parede da Tela Iniciar e do Desktop” poderia resolver o problema, mas ela não existe. Pelo menos não ali.

81preview_botaoiniciar-360px.jpg
O Botão Iniciar está de volta! Bem, de certa forma…

Outro recursos de personalização: você pode transformar seu PC em um porta-retratos digital, exibindo um slideshow com suas imagens favoritas na tela de bloqueio (Lock Screen). Infelizmente não consegui fazer este recurso funcionar, já que ele não conseguiu acessar as fotos armazenadas em minha conta no SkyDrive. O Windows 8.1 também oferece a possibilidade de sincronizar entre PCs seus apps, além de blocos e do layout da Tela Iniciar, favoritos do navegador, configuração do mouse e impressora e mais.

Também é possível desabilitar os atalhos nos cantos da tela que dão acesso aos “Charms” e à lista de apps recentes, eliminando um dos recursos mais confusos do Windows 8.

Um problema é que a Microsoft esconde muitas opções para usuários avançados no Desktop. No Windows 8 teclar Windows + X abre um menu de comandos e atalhos, incluindo acesso ao Painel de Controle, Gerenciador de Dispositivos, Gerenciador de Discos e mais. No Windows 8.1 o menu é acessado com um “clique longo” (clique e segure o botão) do botão esquerdo do mouse sobre o Botão Iniciar.

Mas é um clique com o botão direito do mouse na barra de tarefas que traz as coisas realmente importantes. Uma nova seção chamada Navigation na janela Taskbar and Navigation Properties inclui a opção de boot no desktop, a opção para sincronizar as imagens de fundo do Desktop e da Tela Iniciar, e a opção de mostrar automaticamente a tela All Apps sempre que você pressiona a tecla Windows, em vez da Tela Iniciar. Estes são recursos incrivelmente úteis, mas quase impossíveis de encontrar a não ser que você saiba o que está procurando.

81preview_taskbar-360px.jpg

Boot no desktop, a opção que todos queriam, está escondida nesta janela

Busca inteligente

Uma grande reclamação sobre o Windows 8 é quanto à dificuldade em encontrar um aplicativo específico, especialmente se você tem muitos instalados. É necessário passar os olhos por um monte de blocos, ou iniciar uma busca na Tela Iniciar. Uma das formas que o Windows 8.1 tem para resolver este problema é organizando todo o software em uma tela chamada All Apps (Todos os Aplicativos) que pode ser acessada deslizando a Tela Iniciar para cima. Esta lista pode ser organizada de acordo com vários critérios, incluindo as mais usadas, as últimas que foram abertas e, claro, em ordem alfabética.

81preview_allapps-360px.jpg
Tela "All Apps" pode mostrar os apps instalados em
várias formas, como os mais usados ou mais recentes

A Microsoft também melhorou significativamente os recursos de busca do sistema. Como no Windows 8, basta começar a digitar e um painel de busca surge na lateral direita da tela. Mas no Windows 8.1 este sistema integra os resultados da busca em seu PC (documentos e apps), no SkyDrive e na Web. Digite “Madonna”, por exemplo, e você verá uma página com uma enorme foto da cantora, sua biografia e a discografia, que pode ser ligada ao serviço de músicas Xbox Music. Dependendo do termo a quantidade de resultados pode ser enorme, mas a Microsoft faz um bom trabalho ao organizar e mostrar as informações. Infelizmente a busca ainda não integra as mensagens no programa de e-mail.

O Xbox Music oferece “estações de rádio” com músicas grátis de um artista ou gênero, sem a necessidade de uma assinatura. Executivos da Microsoft disseram que na versão final do sistema será possível importar uma lista de artistas, como o lineup de um festival, de uma página web e gerar uma playlist automaticamente.

Muitos apps

A Microsoft adiconou mais flexibilidade aos apps “Modernos”, com a capacidade de colocar até quatro delas rodando lado-a-lado em um monitor widescreen. Adicione um segundo monitor, e você poderá ver mais quatro.

No Windows 8.1 vários dos apps que acompanham o sistema foram reescritos ou são totalmente novos. Entre estes está o Reading List, uma espécie de “versão Microsoft” de apps como o Pocket ou Instapaper. Você pode guardar uma página web aberta para ler depois, basta abrir a barra de Charms, clicar em Compartilhar e escolher a Reading List. Funciona como esperado, mas com algumas limitações, entre elas o fato de que o recurso só funciona com a versão Moderna do Internet Explorer. Quando você tiver tempo de ler uma página salva, ela também será aberta no IE.

81preview_readinglist-360px.jpg
A lista de leitura, com uma janela do IE 11 à direita

Uma das mudanças mais significativas é o Internet Explorer 11, que agora inclui a capacidade de ter dois sites abertos lado-a-lado e pode sincronizar favoritos, abas e configurações entre várias máquinas com o Windows 8.1. A Microsoft também diz que as páginas carregam mais rápido. O IE11 também pode impedir que extensões sejam carregadas até que tenham sido analisadas por um software anti-malware, o que torna mais difícil que programas maliciosos “sequestrem” seu navegador.

Food & Drink é um novo app que ajuda a planejar refeições e também inclui uma lista de compras e um banco de dados com receitas, que pode ser complementado com conteúdo que você encontrar online. A lista de receitas não é lá muito impressionante, mas inclui um truque legal: um modo “sem as mãos”, que permite que você troque as páginas fazendo um gesto com as mãos sobre a tela, sem precisar tocá-la. A idéia é que você não suje a tela com farinha de trigo enquanto segue aquela receita de frango empanado. Ainda assim, são necessários vários cliques para habilitar este modo, e a webcam do Surface exigiu que minhas mãos praticamente cobrissem a lente para entender os comandos.

81preview_food-360px.jpg
Food & Drink: acompanhe receitas sem tocar na tela

O Health & Fitness é uma versão do Food & Drink para atividade física. Você pode consultar vários exercícios, monitorar informações nutricionais, consumo de calorias, pressão arterial e outros atributos, e consultar uma enciclopédia com informações sobre doenças e medicamentos. É um app bem organizado, e pode ser sincronizado com o serviço HealthVault da Microsoft para armazenamento online de registros médicos.

81preview_health-360px.jpg
Health & Fitness o ajuda a se manter saudável e em forma

A Microsoft prometeu que uma nova versão do Skype irá avisar os usuários sobre chamadas com um alerta popup na Lock Screen, e permitir iniciar uma conversa imediatamente sem ter de se logar primeiro. Criei uma conta de teste em um PC com Windows 8, instalei o Skype no Surface e fiz uma chamada para ele. Vi o alerta, mas ainda tive de me logar para atender. Não adiantou clicar no alerta.

O SkyDrive também deverá ganhar recursos para edição de imagens, incluindo uma gama de filtros e ajustes como exposição, saturação e contraste. Mas por algum motivo isso não funcionou comigo, e o app Photos também não tinha este recurso.

Mail, outro app que a Microsoft descreve como atualizado, também me pareceu exatamente o mesmo que a versão para o Windows 8. Segundo a Microsoft, na versão final do sistema será possível marcar e ordenar mensagens pelo remetente, e separar mensagens de redes sociais como o Twitter e Facebook em pastas separadas.

O Windows 8.1 também tem um gravador de voz, despertador e uma nova calculadora. Segundo a Microsoft os apps Esportes, Notícias, Clima e Finanças também foram atualizados, mas não tive tempo de analisá-los em detalhes.

Reformando a lojinha

Uma mudança sutil no Windows 8.1 é a eliminação do número no canto inferior direito do ícone da Windows Store, que mostrava quantas atualizações de apps estavam disponíveis. Isso porque agora os apps se atualizam automaticamente em segundo plano.

Isto parece bom no papel, mas há um porém: de acordo com Ted Dworkin, um dos executivos responsáveis pela Windows Store, os apps não irão alertar o usuário caso sejam atualizados e suas políticas de acesso a informações sejam modificadas. Ou seja, se um app decide que precisa acessar mais dados do sistema do que quando foi instalado, o Windows irá silenciosamente autorizar o acesso, a não ser que ele envolva certas permissões que ainda não foram especificadas, caso no qual o usuário receberá uma notificação.

Já na interface da Windows Store a primeira página de apps irá desaparecer. Em vez disso a Microsoft está fazendo a curadoria dos apps, e destacando um único app que ela acredita que a maioria dos usuários irá gostar. Também há uma seleção especial com recomendações para cada usuário, construída de acordo com suas preferências.

81preview_loja-360px.jpg
Windows Store agora usa a primeira página para destacar um único app

A Microsoft também irá permitir compras dentro dos apps, o que possibilitará que games ofereçam acessórios e itens especiais aos jogadores. Também haverá uma opção para armazenar um saldo em sua moeda local, que pode ser usado para comprar apps, filmes, músicas, etc. E será possível instalar um mesmo app em um número ilimitado de máquinas Windows ligadas à mesma conta, embora a Microsoft diga que irá monitorar a atividade dos usuários para evitar abusos, como a pirataria.

Para empresas

O Windows 8.1 também tem muitos recursos voltados para empresas. Com o Assigned Access (algo como “Acesso Designado”) um PC pode ser “travado” para iniciar e rodar um único app. Uma escola poderia travar os computadores no app de um teste, para evitar que os estudantes abram o Internet Explorer durante uma prova.

A configuração da Tela Iniciar pode ser exportada como um arquivo XML e usada como uma política em outras máquinas. E o Window 8.1 foi projetado tendo em mente o gerenciamento de dispositivos móveis: os usuários podem levar seus próprios aparelhos com o Windows 8.1 para o trabalho, mas as empresas podem instalar seus próprios apps e documentos nestas máquinas, e revogar o acesso a este material como quiserem.

Há outros novos recursos que beneficiam diretamente os funcionários: os usuários podem configurar um PC para agir como um hotspot Wi-Fi, compartilhando uma conexão paga com outros dispositivos, e novos “Virtual Smart Cards” podem ser usados como tokens para iniciar conexões VPN. E segundo Dustin Ingalls, um executivo da Microsoft, soluções VPN de terceiros agora funcionam também no Windows RT.

Melhor, mas ainda imperfeito

No momento o Windows 8.1 traz algumas melhorias a um design controverso, além de alguns novos bugs. Pessoalmente, preferiria uma melhor organização das novas opções de personalização.

Por enquanto, minha tese não muda: o Windows 8 amarra uma interface para tablets a um PC, e a maioria das pessoas que abordá-lo do ponto de vista de um PC terá um choque. Os usuários preferem ver suas interfaces refinadas, em vez de completamente reformuladas. Mas com o tempo a Microsoft irá se beneficiar, à medida em que os usuários aprendem a navegar pelo Windows 8 (e seus sucessores) e a Interface Moderna se torna “normal”.

O Windows 8.1 é a chance que a Microsoft tem de “começar de novo” com o Windows 8. No geral a empresa se mantém firme em seus ideais, e oferece mudanças para facilitar a transição a partir do Windows 7. Mas também promete acelerar o ritmo das mudanças, com atualizações mais frequentes. Gosto do que vejo – uma empresa que está com medo de se tornar irrelevante e está ouvindo seus usuários. Aprecio o que a Microsoft está fazendo com o Windows 8.1, mas aprecio ainda mais uma Microsoft mais ágil.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s