Posso abrir sem medo um documento com “macros”?

(http://pcworld.uol.com.br/dicas/2012/03/23/posso-abrir-sem-medo-um-documento-com-201cmacros201d)
Lincoln Spector, PCWorld EUA

Recurso ajuda a automatizar tarefas em programas como o Microsoft Word, mas também pode ser a porta para a entrada de malware em seu PC

Macros são pequenos programas ou sequências de ações criados pelo usuário que rodam dentro de um outro programa e ajudam a automatizar tarefas. Vários aplicativos incluem a capacidade de escrever, gravar e executar macros.

Por exemplo, vários dos programas que compõem o pacote Microsoft Office permitem o uso de uma linguagem chamada Visual Basic for Applications (VBA) para criação de macros. Já a usei para criar um número considerável de macros no Word. Uma delas, que roda sempre que teclo Ctrl+W, espera até que eu pressione uma tecla e então apaga todo o texto entre o cursor e a próxima ocorrência do caractere que digitei.

Depois que você ganha um pouco de habilidade, as macros se tornam bastante úteis, e digo isso como alguém que nunca “pegou o jeito” da programação em VBA. Crio a maioria das minhas macros com o Gravador de Macros do Word, que grava as ações realizadas com o mouse e teclado e gera o código correspondente automaticamente. Então entro no editor de código e faço pequenos ajustes para que ele fique de acordo com minhas necessidades.

Mas as macros podem sim representar um perigo: elas são mais uma forma que os criminosos tem para esconder código malicioso. Alguém lhe envia um arquivo .DOC, você abre para ver o que é e quando se dá conta o PC já está infectado com algum tipo de malware.

macros-360px.jpg
Word avisa que as macros foram desabilitadas automaticamente

Se você usa o Office 2007 ou 2010, já tem um pouco de proteção. Se você abrir um documento contendo macros, um aviso de segurança similar ao mostrado acima irá surgir. As macros serão automaticamente desabilitadas, e você tem que clicar em um botão para habilitá-las. Você pode alterar estes comportamento e deixar as macros habilitadas por padrão, mas não recomendo isso.

Você deve habilitar as macros? Só se você conhece a pessoa que lhe mandou o arquivo, sabe que há uma razão legítima para que ele contenha macros e tem um motivo para usá-las. E mesmo assim, certifique-se de que o arquivo realmente tenha vindo do suposto remetente, e não de uma conta de e-mail “sequestrada” por um criminoso ou por malware. Ou seja, trate um documento com macros como se fosse um programa desconhecido. Cautela nunca é demais.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s