O que importa na hora de comprar uma TV de alta-definição

(http://pcworld.uol.com.br/dicas/2011/07/11/o-que-importa-na-hora-de-comprar-uma-tv-de-alta-definicao)
Patrick Miller, PCWorld EUA

Quanto o assunto são TVs, tamanho é documento. Mas isso não significa que maior seja sempre melhor.

Fabricantes de TVs adoram alardear números impressionantes, como taxa de contraste e tempo de resposta. Mas geralmente é difícil entender exatamente o que estes termos significam, e algumas vezes é impossível compará-los com os números de uma TV de um concorrente. Então, na hora de comprar uma TV, concentre-se em encontrar um modelo com o tamanho certo para a sua casa.

O que não importa

Taxa de contraste: na teoria esta medida indica a diferença entre o tom mais escuro e o mais claro que a TV consegue reproduzir, já que para nós imagens com alto contraste parecem mais realistas. Infelizmente, os fabricantes fazem a medida por conta própria, sem nenhuma padronização nos testes. Portanto, a taxa de contraste não pode ser considerada nem de longe um indicador confiável da qualidade de imagem de uma TV.

Tempo de resposta: é o tempo que a TV leva para “mudar” um pixel de uma cor para outra, como de preto para branco e depois preto de novo, ou de um tom de cinza para outro. Um menor tempo de resposta evita o efeito de “borrão” ou “fantasma” em imagens com objetos em movimento.

Entretanto, a não ser que você leia as letrinhas miúdas, não fica claro qual medida o fabricante está anunciando (a transição preto-branco-preto no geral leva duas vezes mais tempo do que cinza-cinza). E hoje em dia a maioria das TVs tem um tempo de resposta bom o suficiente para que você não precise se preocupar com isso.

O que às vezes importa

Taxa de atualização: é a velocidade com que a TV redesenha a imagem na tela, e no geral só se aplica a TVs LCD. A diferença entre uma TV com taxa de atualização de 60 Hz para uma de 120 Hz é tremenda, mas além disso ela não importa muito. Já vimos TVs de 120 Hz ganharem de modelos de 240 Hz em nossos testes de movimento, porque a interpolação de quadros usada nos modelos de 240 Hz cria artefatos que causam um “engasgo” no movimento.

O que realmente importa

Tamanho: isso é realmente importante, mas não do jeito como você está pensando. A maioria das pessoas quer a maior TV que pode comprar, mas se sua sala de estar não tiver o espaço necessário entre a tela e o sofá, você pode acabar com uma qualidade de imagem inferior. Ou seja, sua mãe estava certa: não se deve sentar muito perto da TV, já que em telas grandes é possível ver as linhas que compõem a imagem. É como sentar lá na primeira fila no cinema.

O cálculo da distância ideal não é complexo. Primeiro converta o tamanho da tela em polegadas para centímetros, multiplicando ele por 2,5. Ou seja, uma tela de 42 polegadas tem 105 cm. Depois, multiplique esse valor levando em conta a resolução da tela, HD (720p) ou Full HD (1080p). Uma TV HD deve ter o valor multiplicado por 3, ou seja, a distância ideal do sofá até a tela é de 3 metros e 15 cm. Já nos modelos Full HD, multiplique por 2. Nesse caso, a distância ideal deveria ser de 2 metros e 10 centímetros.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s