Cinco truques para melhorar o sinal de sua rede sem fio

Fernando Petracioli, especial para PC World

Conheça alguns procedimentos simples que podem aumentar a qualidade e a velocidade de sua conexão wireless.

wireless_5dicas_150Não há como negar que uma rede wireless é muito mais prática do que uma estrutura montada com cabos. Uma rede sem fio
permite que um notebook seja, de fato, portátil – afinal de nada
adianta uma bateria que dure horas se tivermos que conectar um fio ao
laptop para acessar a internet.

Parando pra pensar, até um desktop – em que pesem seu tamanho e peso
– ganha em mobilidade. Uma migração de aposento, da sala para o quarto
por exemplo, não exigirá esforços com adaptações físicas dos cabos de
acesso à rede e à internet.

Mas, além de instalar sua rede sem fio, você também pode – e deve –
lançar mão de alguns detalhes que podem fazer muita diferença na
qualidade do sinal que vai utilizar. Eis cinco dicas da PC World para você aperfeiçoar o wireless do seu lar – e até em seu escritório.

1- Mantenha o roteador centralizado em relação à sua casa
Dessa
forma você poderá usufruir melhor da mobilidade oferecida pela
tecnologia wireless, pois a qualidade do acesso tenderá a ser igual em
qualquer parte da casa.

Além disso, instale-o numa posição mais alta em relação ao
pé-direito de sua casa. Afinal, quanto menos anteparos o sinal tiver de
atravessar, melhor. E saiba que nem só as paredes são obstáculos para a
circulação do sinal: plantas, aquários e  eletrodomésticos como
microondas, por exemplo, interferem na propagação do sinal.

2- Instale um repetidor
Repetidores
de sinal wireless aumentam o alcance de sua rede, eliminando os
chamados pontos cegos, sem a necessidade de se usar nenhuma fiação.
Posicione-o na metade do caminho entre o seu ponto de acesso e seu
computador.

Dessa forma, você deverá ganhar automaticamente uma melhora
significativa na força do sinal. Não se esqueça de também posicioná-lo
em uma altura minimamente razoável, para evitar obstáculos.

3- Evite deixar o seu PC no chão
Com seu computador a uma
altura zero, a distância até o roteador tenderá a ser maior, assim como
as chances de haver mais anteparos no trajeto das ondas. Se o gabinete
de seu desktop tiver que ficar no chão por algum motivo de força maior,
você pode usar um extensor USB para colocar a antena em uma altura mais
elevada.

4- Procure atualizar o firmware
O firmware de um roteador
é comparável ao sistema operacional de um PC. Ffabricantes, de tempos
em tempos, disponibilizam aperfeiçoamentos para os roteadores. Para
ficar atualizado, visite sempre o site da fabricante do seu
dispositivo, checando pelos downloads mais recentemente
disponibilizados.

Mas atenção, antes de fazer atualizações desse tipo, é conveniente
fazer um backup do firmaware antigo, bem como das configurações do
equipamento.
5- Evite gargalos
Procure não misturar componentes de padrões diferentes na composição da sua rede. De nada adianta, por exemplo, comprar um roteador N (802.11n), que pode funcionar a velocidades de 74 megabits por segundo (Mbps), e ter uma placa em seu notebook ou desktop padrão B ou G (802.11b/g). A velocidade em que sua rede sem fio vai trabalhar será sempre a menor e, nesse caso, cairá para cerca de 4,5 Mbps.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s