Proteção de computador depende do usuário; confira dicas

PAULA LEITE
da Folha de S.Paulo

O antivírus continua sendo importante, mas hoje boa parte da prevenção dos vírus depende das pessoas.

As pragas surgem cada vez mais rápido e os antivírus não dão conta do
recado só com o reconhecimento da assinatura do vírus; os programas
tentam também reconhecer comportamentos suspeitos para capturar ameaças
que ainda são desconhecidas.

O problema é que boa parte das infecções depende hoje de um
comportamento do usuário, como abrir um anexo a um e-mail, clicar em um
link ou baixar um arquivo.

"Se você ficar mais preocupado na sua navegação, elimina 80% a 90%
dos problemas", diz Ricardo Bachert, da Panda Software do Brasil.

Até mesmo visitas a certos sites, como alguns endereços de
pornografia ou de jogos on-line, podem resultar em uma infecção. Isso
porque há endereços que exploram vulnerabilidades do browser para
instalar malware durante a navegação.

Quem quer ter acesso a esse tipo de conteúdo pode adquirir um
programa que tenta bloquear o carregamento de sites comprometidos.
Outra possibilidade é usar um browser que não o Explorer, como o
Firefox, já que há mais malware que explora brechas do programa da
Microsoft.

É preciso lembrar também que não basta manter a segurança só do seu
computador. Se a máquina estiver em uma rede, doméstica ou de empresa,
outros equipamentos infectados podem transmitir pragas ao seu
computador.

Confira sete dicas para não ser infectado com vírus:

1. Antivírus
Mantenha-o ativado. Para facilitar, deixe-o fazer atualizações automáticas e agende varredura ao menos uma vez por semana

2. Firewall
Baixe um programa do tipo e ative-o. Preste atenção às mensagens que ele exibe e só autorize ações de programas de confiança

3. Mensagens
Não há problema em baixar e abrir e-mails, mas não abra anexos ou clique links em mensagens vindas de remetentes desconhecidos

4. Desconfiança
Mesmo e-mails que parecem vir de amigos podem
ter problemas. Se não souber o que está sendo enviado, pergunte ao
amigo antes de abrir ou clicar

5. Correntes
Não repasse correntes e e-mails engraçados ou fofinhos; você pode estar ajudando a espalhar vírus e outras ameaças

6. Compras
Se receber e-mails de sites de comércio, mesmo que
tenha feito compra, acesse o site digitando o endereço no browser em
vez de clicar links. Se a mensagem aparenta ser da Receita Federal ou
Justiça Eleitoral, apague

7. Senhas
Para evitar problemas mesmo no caso de roubo de informações, troque com freqüência senhas sensíveis, como a do site do banco

http://www1.folha.uol.com.br/folha/informatica/ult124u316156.shtml

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s