Ubuntu 7.10 “levinho” para PCs antigos

Autor: rogerio machado

Introdução

Hardware e software utilizado:

  • Pentium 3 800Mhz
  • 256 Mega de RAM
  • Placa de vídeo Geforce 5200 AGP
  • HD ATA 20GB
  • Conexão banda larga via placa de rede
  • CD Ubuntu 7.10 Alternative

Ele ainda tem uma multifuncional Canon Pixma mp130, mas como até agora
não consegui fazer ela funcionar no Linux e está devidamente
configurada na partição do Win98, deixei pra lá.

O mínimo, mas ainda assim fácil (e com janelas gelatinosas)

Para
que você não precise ler até o final, vou deixar a lista para o apt-get
que utilizei, pois da maneira que fiz "dei muita volta", isso pode ser
feito via linha de comando mesmo, ainda assim pode ter coisas que podem
não lhe interessar, nesse caso leia o restante do artigo.

  • x-window-system-core
  • gnome-core
  • firefox
  • nvidia-glx (com algumas alterações no xorg.conf)
  • pmount
  • gnome-mount
  • vlc (do repositório deles pra poder ver dvd’s originais)
  • synaptic
  • gksudo
  • compiz
  • compiz-gnome

Meu método para o X

Dei boot pelo cd e escolhi a opção
"instalar um sistema de linha de comando", essa etapa não tem muito
segredo, ainda mais se você escolheu o "Português do Brasil" na na tela
inicial. Estou partindo do princípio da pessoa que fará isso já ter
familiaridade com o Ubuntu.

Acostume-se com a sensação de que o Ubuntu "travou" no boot, na verdade
é que o prompt vem antes das mensagens de inicialização terminarem, aí
ele some da tela, basta digitar seu nome de usuário [enter] e senha
normalmente.

Os primeiros comandos foram:

$ sudo apt-get install x-window-system firefox gedit

O Firefox faz parte do metapacote gnome-core, mas fiz desse
jeito pra que enquanto instalava o resto das coisas, ficar navegando e
consultando os erros que encontrei, como por exemplo a configuração do
xorg.conf.

Como eu tenho uma Nvidia (tudo bem que meu pc é velho, mas ao
menos uma plaquinha pro Compiz não faz mal a ninguém), instalei o
pacote nvidia-glx.

Agora as alterações no Xorg:

Section "Screen"
Identifier "Default Screen"
Device "Placa de Vídeo Genérica"
Monitor "Monitor Genérico"
DefaultDepth 24
##############################################
Option "AddARGBGLXVisuals" "True"
############# isso resolve o problema das bordas no compiz ##
SubSection "Display"
Depth 24
Modes "1024x768" "800x600" "640x480"
EndSubSection
EndSection

Section "Extensions"
Option "Composite" "Enable"
EndSection

Resto das coisas e configuração

Mídias removíveis: clique com o botão direito no painel superior e adicione o item "Montagem de Volumes". Instale os pacotes pmount e gnome-mount. Pronto, já temos montagem e desmontagem fácil de pendrives e cdroms.

Se usar o Synaptic para instalar os pacotes e não quiser editar o menu que chama ele, instale o pacote gksu.

Multimídia e coisas pra se divertir:

O player que mais gosto, por tocar tudo e simplicidade, é o VLC, então vamos a ele:

Não encontrei o libdvdcss2 nem no Universe do Ubuntu, então adicionei os repositórios do Debian, acrescente isso no seu sources.list:

$ sudo apt-get update
$ sudo apt-get install vlc libdvdcss2 ubuntu-restricted-extras

Como eu não uso programas de escritório em casa e nem posso
imprimir nada e agora tem o Google Docs, não há programas para esse fim
aqui, mas se quiserem uma sugestão:

$ sudo apt-get install gnome-office

Compiz

O Compiz padrão do Ubuntu 7.10 não tem o cubo, mas tem
um modo de trocar as janelas bem legal também, principalmente se as
áreas de trabalho forem colocadas em 2×2.

$ sudo apt-get install compiz compiz-gnome

As bordas para o compiz tem de ser compatíveis com o
Clearlooks, por isso se você não instalar nenhum tema compatível
(sugestão: gnome-themes) o compiz usa um próprio.

Conclusão

Nesse esquema eu tenho um ótimo desempenho do meu pc,
claro que andei instalando mais coisas, mas isso é para cada um fazer a
seu gosto, ainda falta um programa para extrair faixas de dvd e etc,
mas espero que isso resolva o problema de muitas pessoas e facilite
muito a personalização do Gnome.


http://www.vivaolinux.com.br/artigos/verArtigo.php?codigo=7469

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s