Vista é um passo atrás na interface com usuário, diz analista

Por COMPUTERWORLD

Profissional francês diz inclusive que isso representa um retrocesso da Microsoft em relação à competição com o Mac OS X, da Apple

A interface proporcionada pelo Windows Vista faz com que os usuários sofram mais “atrito” do que o sistema operacional antecessor, o XP, diz o analista francês Andreas Pfeiffer, que afirma ainda que essa característica representa inclusive um passo para trás da Microsoft em sua competição com o Mac OS X, fabricado pela Apple.

Na pesquisa realizada no ano passado pelo analista sobre os “Atritos da Interface com os usuários”, percebe-se o estado da fluidez e/ou a reação dos comandos de um sistema operacional. Agora ele faz um paralelo do estudo da reação. “Nós percebemos que existem muitas coisas que você não pode capturar facilmente quando você faz um benchmarking normal, como um elemento da interface com o usuário que desacelera o uso”, explica Pfeiffer.

Entre os testes realizados em 2006, quando o analista comparou o Windows XP e o Mac OS X, e os deste ano, quando adicionou o Vista na avaliação, existiam benchmarks que quantificavam a latência dos menus, escolhas comuns no desktop e posicionamentos precisos do mouse.

“A latência do menu é o tempo que leva um sistema operacional para mostrar os itens do menu”, diz. “No Windows, isso não é imediato. Não é uma questão de velocidade ou performance, mas da escolha do design”, completa.

A nova versão da pesquisa colocam o Vista e sua interface gráfica Aero ao lado do XP, que mostrou melhorias se comparado ao sistema operacional anterior. A latência do menu, segundo Pfeiffer, continua sendo o principal problema no Vista, que marcou 20 pontos porcentuais abaixo da velocidade do XP. “A versão anterior do sistema operacional da Microsoft foi o maior passo adiante do Windows 98, mas o Vista está atrás de onde o 98 estava”, critica.

A companhia de Bill Gates se recusou a comentar a pesquisa do analista sobre a interface com usuários. Em um computador comum, que gradua quando tempo leva para o usuário abrir um arquivo, deletar documentos e outras atividades, o Vista rodando Aero foi 14% mais lento que o XP.

A avaliação final das execuções de precisão do mouse, um teste crucial para profissionais de design e fotógrafos e também ponto de interesse de usuários comuns, também colocou o Vista na pior classificação.

Pfeiffer diz ainda que o coeficiente de precisão do mouse do Vista foi 30% mais alto do que o do XP e um alto coeficiente significa que os usuários vão achar isso mais difícil de localizar precisamente o mouse.

“Essas coisas são muito mensuráveis”, acredita Pfeiffer. Substituindo a interface Basic ou Classic, usadas a princípio por sistemas de baixa potencia e corporações que querem consistência na interface, respectivamente, melhora a pontuação do Vista, mas sacrifica uma das características mais convincentes.

Em todos os benchmark, o Windows ficou classificado de forma pior do que o Mac OS X, que está mais distante da fluidez proporcionada pelos sistemas operacionais da Microsoft.

“Mas não existe isso de Windows contra Mac”, garante o analista. “Nós queremos ver o Vista melhorar em alguns pontos chave antes de ser divulgado. Geralmente, desenvolvedores alinham essas questões de interface com o usuário ao longo do tempo para melhorar a produtividade [dos usuários]”.

Mas conclui. “Não desta vez. O Vista é sim um passo para trás”.

*Gregg Keizer – Computerworld, EUA

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s