BR-Linux entrevista: Alfredo Kojima fala sobre o estado atual e o futuro do Window Maker

(http://br-linux.org/linux/estado-atual-e-o-futuro-do-windowmaker)

O Window Maker foi um dos gerenciadores de janelas mais populares em sistemas livres na década de 90, e continua com fãs fiéis até hoje.

Criação do brasileiro Alfredo Kojima, o Window Maker (inicialmente chamado WindowMaker) teve seu desenvolvimento iniciado logo após a versão 1.0 do AfterStep, que também buscava replicar o visual e comportamento do NeXTStep. Em um começo típico de softwares livres, a faísca inicial foi o debate na lista de desenvolvimento do AfterStep sobre os rumos de sua versão 2: Alfredo Kojima havia sugerido a reescrita do código a partir do zero, porque a manutenção do sistema estava muito penosa na época e porque muitos dos recursos desejados para a nova versão requeriam uma reestruturação considerável do código.

Segundo o próprio Kojima (em entrevista anterior ao BR-Linux), enquanto discutiam o que fazer ou não fazer, "resolvi começar eu mesmo a escrever o AfterStep 2, ao invés de ficar esperando que alguém mais o fizesse. Depois de algum tempo, percebi que as pessoas pareciam não considerar o wmaker (WindowMaker era o codinome do AfterStep 2) como sendo uma continuação do AfterStep, provavelmente por razões como a falta de funcionalidades consideradas fundamentais ao AfterStep. Assim, resolvi fazer do wmaker um projeto independente do AfterStep. Após algum tempo, outras pessoas retomaram o desenvolvimento do AfterStep."

O Window Maker é um projeto suficientemente maduro, e o intervalo entre lançamentos de novas versões foi se ampliando. Recentemente comecei a receber várias mensagens de leitores pedindo informações sobre a situação atual do Window Maker, e ativei a rede de contatos (obrigado especialmente ao Helio Castro e ao Rudá Moura) para chegar ao Kojima e perguntar diretamente a ele o que há, em uma brevíssima entrevista.

Veja abaixo as respostas sobre a razão do hiato, e sobre como ter desenvolvido o Window Maker enquanto ainda estava na faculdade influenciou a vida e a carreira de Alfredo Kojima.

Augusto Campos – Tenho recebido diversos questionamentos sobre a situação atual e o futuro do Window Maker. Ele parou? É pausa ou fim mesmo? Há chances de recomeçar?

Alfredo Kojima – A verdade é que já há algum tempo não tenho tido tempo para mexer no wmaker. O Dan Pascu também está ocupado com a empresa dele e sem tempo. A intencao é continuar sempre quando for possível, mas é dificil achar tempo livre e motivacão pra usar esse tempo livre pra programar…

Augusto Campos – Como o WindowMaker influenciou tua vida e carreira? De que formas isso fez valer a pena prosseguir, ou em algum momento te levou a parar?

Alfredo Kojima – Bom, o wmaker sem dúvida influenciou bastante o que rolou depois (e durante) a universidade. O que eu sei de programacão em Linux eu aprendi mexendo nele. O meu primeiro emprego (na Conectiva) me foi oferecido por causa do wmaker. Conheci um monte de gente legal lá com quem ainda tenho contato e com quem também cheguei a trabalhar em outros lugares.

E hoje em dia trabalho na MySQL, fazendo algo que eu gosto (Software Livre em Linux e Mac) graças à indicacão de alguém que ajudou com o projeto e trabalhava lá; além de eles já conhecerem o wmaker e
meu trabalho nele.

Ah, também foi gracas ao wmaker que conheci minha esposa, já que ela é usuária do wmaker 🙂

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s