Há sanguessugas na inclusão digital, diz Gabeira

Quinta-feira, 10 de agosto de 2006 – 10h24

Agência Senado
Gabeira dispara contra PSB, Amaral diz que vai processá-lo

SÃO PAULO – O sub-relator da CPI dos Sanguessugas, Fernando Gabeira (PV-RJ) acusou o Partido Socialista Brasileiro (PSB) de “aparelhar” o Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) e levar o esquema dos sanguessugas até a pasta.

A atuação dos sanguessugas no Ministério teria acontecido por meio da compra de ônibus superfaturados vendidos à pasta para o plano de inclusão digital do Governo Federal. Os ônibus eram usados como unidades móveis de acesso à internet e levados até regiões isoladas do Brasil.

“Além de caros e inadequados para o fim, os ônibus foram entregues a entidades filantrópicas e ONGs que não existem” disse Gabeira à Agência Senado. "Esta CPI provará duas coisas, que o Ministério foi aparelhado pelo PSB e um grupo de parlamentares colocou dinheiro público no bolso”, disse o deputado.

O ex-ministro da pasta, Roberto Amaral (PSB), protestou duramente contra Gabeira e os dois bateram boca no plenário do Congresso no início da semana. Amaral diz que o esquema dos sanguessugas é anterior mesmo à eleição deste governo, quando o PSB era oposição e não participava das decisões do Executivo.

Amaral disse ainda que Gabeira faz uso eleitoral da CPI e afirmou que entrará na Justiça contra o deputado do PV.

Felipe Zmoginski, do Plantão INFO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s